Como Funciona

Esquema do Funcionamento do Resfriador Evaporativo

O resfriador de ar ECOBRISA possui um ventilador que aspira ar externo através de um painel evaporativo especial, sobre o qual água é circulada continuamente por uma pequena bomba. A água que evapora é reposta por uma bóia que mantém nível constante no reservatório. O painel evaporativo do resfriador de ar ECOBRISA é o mais moderno e eficiente meio evaporativo existente. Importado dos Estados Unidos, é composto por camadas de papel kraft de alta qualidade, ondulado, poroso, impregnado com uma resina que lhe confere grande rigidez e durabilidade. Uma vez coladas, as camadas formam blocos ou colméias de área superficial muito grande, que oferecem baixa resistência ao fluxo de ar. O resultado é um equipamento de grande eficiência, compacto, simples, durável e de baixa manutenção que produz ar limpo de excelente qualidade, não saturado e resfriado em até 12°C abaixo da temperatura do ar externo.

Redução de temperatura do ar obtida com o resfriador de ar evaporativo

A redução de temperatura (diferença entre a temperatura de entrada e saída do ar no resfriador evaporativo), obtida com o processo de resfriamento evaporativo, depende fundamentalmente da umidade relativa do ar. Quanto mais baixa a umidade relativa maior a redução de temperatura obtida. Em grau menor, a redução de temperatura depende também da temperatura de entrada e da pressão barométrica, que por sua vez depende da altitude local. A Tabela 1 mostra a redução de temperatura do ar prevista para o resfriador de ar evaporativo ECOBRISA, em função da umidade relativa do ar para temperaturas de ar de 25°C , 32°C e 37°C. Para outras temperaturas de entrada do ar o diferencial de redução de temperatura pode ser facilmente interpolado.

Através desta tabela pode-se constatar que a redução de temperatura obtida no resfriador evaporativo depende muito mais da umidade relativa do que da temperatura de entrada.

Tabela: Redução de temperatura obtida na saída do resfriador evaporativo em função da umidade relativa

A temperatura resultante no ambiente depende da carga térmica, da vazão e temperatura do ar insuflado. Normalmente o resfriador evaporativo é dimensionado para que a temperatura no ambiente fique de 2 a 5 °C acima da temperatura de saída do resfriador.

A Figura acima mostra a variação da temperatura do ar de saída do resfriador evaporativo sobreposta ao gráfico da temperatura externa e umidade relativa típicos de uma seqüência de dias típica do verão.

Como a umidade relativa varia ao longo do dia de modo inverso à variação da temperatura, o resfriador evaporativo consegue obter a maior redução de temperatura justamente nas horas mais quentes do dia e principalmente nos dias mais quentes, quando há maior necessidade de resfriamento. O resfriador evaporativo atenua significativamente o pico de temperatura, que ocorre entre as 10 horas e 17 horas, porque trabalha com temperatura de saída próxima à temperatura de bulbo úmido, que varia pouco ao longo do dia. O processo é auto-regulado por um termostato natural, que não permite que a temperatura ultrapasse a temperatura externa do início da manhã.

Requisitos para um bom funcionamento de sistemas de resfriamento evaporativo

São basicamente dois os requisitos para o bom desempenho dos resfriadores evaporativos:

  • Troca de ar

A não ser que se deseje apenas elevar a umidade do ambiente, o ar que sai do resfriador evaporativo não deve recircular pelo equipamento. Na configuração ideal, ele é embutido em uma parede. Assim, o equipamento aspira sempre ar externo e gera uma pressão positiva dentro do ambiente o que também facilita a renovação de todo o ar interno. Quando é necessário instalar o equipamento dentro do ambiente, ele deve ser posicionado em frente a uma janela, porta ou outra abertura para o exterior. O equipamento também pode ser utilizado para produzir uma região de conforto térmico pontual ao ar livre ou dentro de grandes ambientes.

  • Circulação

A troca contínua do ar ambiente por ar resfriado é fundamental para manter as condições de conforto térmico no ambiente. Assim, o ar produzido pelo resfriador evaporativo deve ter saída adequada do ambiente. O ar deve percorrer toda a região a ser climatizada e encontrar saídas naturais (portas, janelas ou outras aberturas com área compatível com a vazão de ar produzida), situadas em locais apropriado. Quando as saídas naturais forem insuficientes ou inexistentes, devem ser instalados exaustores. A localização correta das aberturas naturais ou dos exaustores é fundamental para se criar o padrão de circulação de ar desejado no ambiente.